DEFESA PÚBLICA DE DISSERTAÇÃO DO ANALTON ALVES DA SILVA

Data da Publicação: 22/11/2021

CONVITE DE DEFESA PÚBLICA DE DISSERTAÇÃO


PROGRAMA DE POS-GRADUACAO EM LETRAS

CONVITE DE DEFESA PÚBLICA DE DISSERTAÇÃO DO ANALTON ALVES DA SILVA

 

 

Convidamos toda a comunidade acadêmica e demais interessados para a defesa de dissertação do mestrando ANALTON ALVES DA SILVA do Programa de Pós-Graduação Mestrado Acadêmico em Letras da Universidade Federal de Rondônia (PPGML/UNIR).

 

DISCENTE: ANALTON ALVES DA SILVA
DATA: 25/11/2021
HORA: Começa às 09:30
LOCAL:https://www.youtube.com/watch?v=TFPT5GHGQPs

TÍTULO:

Memória, Identidade e Sentido: Discurso no Imaginário das Lendas

RESUMO:

Trata-se de apresentar uma perspectivação político-cultural acerca da ocupação da cidade de Porto Velho, a partir da leitura de um cruzamento entre aspectos do imaginário popular, baseado em lendas e em movimentos históricos, nos quais algumas narrativas, seja da resistência de povos Mura no Madeira, seja da resistência cabocla ribeirinha, possuem papel importante na sedimentação de vieses culturalistas. A formação da cidade, as suas características identitárias, transitam por uma definição pela memória de narrativas, fazendo com que certa identidade coletiva apresente um sentido no qual o imaginário das lendas logre impor-se sobre uma determinada Porto Velho, em grande parte devido ao traslado de narrativas carregadas de sentimento de pertencimento, no caso ao rio Madeira, em que a Estrada de Ferro Madeira-Mamoré cumpriu um papel vertebrador, tanto ligando os ribeirinhos à cidade como a sua época épica ao presente que se alarga em um futuro incerto, mas perene. As formações discursivas no ambiente de Porto Velho, em transição permanente, nos diferentes “ciclos” identificados por historiadores, de uma diversificada ocupação periódica, podem ser vistas nessa proposta de análise de aspectos de lendas, destacando-se, no caso, o Curupira, o Boto e a Mãe-da-mata, capazes de preservar a memória com um sentido peculiar irmanando grande parte das parcelas da população local. Por meio de um método culturalista, obtém-se a leitura pela Análise do Discurso de um recorte geocultural de alguns referenciais da interferência dessas narrativas lendárias, obtendo uma certeza de haver liames que perduram, ainda que a cidade venha adquirindo contornos mais amplos, na sua dinâmica de espalhamento dos limites municipais para longe do rio Madeira e dos trilhos da Estrada de Ferro da Madeira-Mamoré.

PALAVRAS-CHAVE:

Cultura. Porto Velho. Lendas. Identidade. Análise de Discurso. 

PÁGINAS: 201
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Letras
SUBÁREA: Língua Portuguesa

MEMBROS DA BANCA:

Prof. Dr. JULIO CESAR BARRETO ROCHA - (UNIR, Presidente)
Profa. Dra. NAIR FERREIRA GURGEL DO AMARAL - (UNESP, Vice-orientador)
Prof. Dr. MATEUS COIMBRA DE OLIVEIRA - (UFAM, Membro suplente)
Prof. Dr. Alexandre Mariotto Botton - (UNEMAT, Externo à Instituição)
Prof. Dr. QUESLER FAGUNDES CAMARGOS - (UNIR, Interno)