DEFESA PÚBLICA DE DISSERTAÇÃO DA ANDRESSA RODRIGUES DE JESUS

Data da Publicação: 12/11/2021

CONVITE DE DEFESA PÚBLICA DE DISSERTAÇÃO


PROGRAMA DE POS-GRADUACAO EM LETRAS

CONVITE DE DEFESA PÚBLICA DE DISSERTAÇÃO DA  ANDRESSA RODRIGUES DE JESUS

 

Convidamos toda a comunidade acadêmica e demais interessados para a defesa de dissertação da mestranda ANDRESSA RODRIGUES DE JESUS do Programa de Pós-Graduação Mestrado Acadêmico em Letras da Universidade Federal de Rondônia (PPGML/UNIR).

 

DISCENTE: ANDRESSA RODRIGUES DE JESUS
DATA: 26/11/2021
HORA: Começa às 09:00
LOCAL: https://www.youtube.com/watch?v=_hZ1-G1tbbc

TÍTULO:

A força da mulher na Amazônia de Milton Hatoum: Um processo evolutivo de descrição em perspectiva com antecedentes da Literatura brasileira 

RESUMO:

Esta pesquisa examina quatro obras do escritor manauara Milton Hatoum, através de uma perspectiva político-cultural, com a finalidade de demonstrar diferenciais acerca da força das suas personagens mulheres, traçando um itinerário contrastivo e analítico no interior da Literatura brasileira, querendo alcançar referenciais históricos e regionais. Autor de romances, contos e crônicas, com forte trânsito em documentários e nas mídias sociais, de trajetória literária acadêmica e internacional, as suas primeiras obras romanescas, Relato de um Certo Oriente (1989), Dois Irmãos (2000), Cinzas do Norte (2005) e Órfãos do Eldorado (2008), servem aqui de fonte para uma interpretação lítero-cultural e política da mulher na Amazônia. Realça-se em primeiro plano um projeto literário autoral que evolui com tendências memorialistas e históricas, por meio dos quais Hatoum nos apresenta uma sociedade da Manaus ao longo do século XX, caracterizando-a de forma crítica, abordando alguns aspectos sociais, políticos e culturais que reforçam uma ideia de singularidade amazônica. Percebe-se que a força da mulher centralizará a sua atenção, como temática importante das suas obras, a partir de citações que expõem as marcas da dominação, da manipulação e da superação das figuras femininas, em que o amazonense Hatoum parece querer liberar-se dos estereótipos nacionais. Este trabalho possui como fundamentação teórica leituras de Terry Eagleton e de Antonio Candido, possibilitando uma análise político-cultural dos principais textos do autor Milton Hatoum. Quando cotejamos as personagens femininas de Hatoum às suas congêneres de obras nacionais selecionadas, do século XIX e XX, percebe-se o forte diferencial impresso na personalidade das amazônidas, ainda que sofram, realizem-se ou sucumbam, no contato com a sociedade e com a natureza, como destino irresistível. Com uma abordagem político-culturalista, as reflexões deste texto deslocam-se do social ao cultural e do histórico ao político, observando a maneira de descrever de Hatoum, cuja narrativa engajada permite compreender o processo desencadeado pela relação intercultural entre autóctones e árabes, apresentando como resultantes mulheres que, mesmo expostas a situações limite, econômicas, culturais e sociais, logram demonstrar a sua característica diferencial, que é o alicerce deste trabalho: demonstra uma força maior do que as suas símiles nacionais, que não alcançaram tal força, neste modelo narrativo promovendo a imagem de uma mulher mais obstinada na Amazônia.

Palavras-chave: Mulher amazônida. Cultura brasileira. Literatura. Análise político-cultural. 

PÁGINAS: 96
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Letras
SUBÁREA: Língua Portuguesa

MEMBROS DA BANCA:
Prof. Dr. JULIO CESAR BARRETO ROCHA - (UNIR -Presidente)
Prof. Dr. HELIO RODRIGUES DA ROCHA - (
UNIR, Vice-orientador)
Prof. Dr. AROLDO JOSÉ ABREU PINTO -  (UNEMAT, Externo à Instituição
Profa. Dra. NADIA NELZIZA LOVERA DE FLORENTINO - (
UNIR, Membro Interno)
Prof. Dr. PEDRO MANOEL MONTEIRO - (UNIR, Membro suplente)